Ministério da Economia amplia regras sobre apresentação do Plano Anual de Contratações

A Secretária de Gestão do Ministério da Economia publicou no Diário Oficial da União de hoje, 09, a Instrução Normativa – IN nº 04/2019, que altera  a IN  nº 01/2019, que regulamenta o Plano Anual de Contratações – PAC no âmbito do Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais – Siasg.

A partir de hoje, quem não enviar o PAC via Sistema de Planejamento e Gerenciamento de Contratações até 30 de abril terá a Unidade de Administração de Serviços Gerais – Uasg inativada. A Unidade que não tiver feito compras nos últimos dois anos terá, da mesma forma, a Uasg inativada.

Observando a norma, o advogado e professor de Direito Jorge Ulisses Jacoby Fernandes explica, no entanto, que antes da inativação da Uasg, o Ministério da Economia disponibilizará, no portal de compras do governo federal, a relação das unidades para que se manifestem no prazo de até 30 dias. O professor afirma que o impacto será significativo, pois o número atual de Uasg é de 12.182 e após a medida será reduzida para 4.506. “A limpeza na base de dados é o primeiro passo para centralizar e agilizar o processo de compras públicas”, destaca Jacoby Fernandes.

O que é o Plano Anual de Contratações?

O Plano Anual de Contratações é um documento que consolida todas as contratações que o órgão ou entidade pretende realizar ou prorrogar, no exercício subsequente. O Plano visa consolidar as contratações a serem realizadas ou prorrogadas no exercício subsequente, auxiliando a Administração na tomada de decisão. Com o levantamento prévio das contratações que pretende contratar ou prorrogar, passa-se a dispor de dados gerenciais que permitirão ampliar a realização de compras compartilhadas, viabilizando novas oportunidades de ganhos de escala, além de sinalizar ao mercado fornecedor as suas pretensões de modo que este se prepare adequadamente e com antecedência para participar dos certames licitatórios.

É a partir de um calendário de licitações, construído a partir do Plano Anual de Contratações, que se obtém maior previsibilidade na gestão, primando-se pelo cumprimento de prazos e pela melhor alocação da força de trabalho.

A elaboração dos Planos Anuais de Contratações propiciará, ainda, a maximização dos resultados institucionais, a partir da melhoria da governança e da gestão das contratações, além de maior transparência e controle com a publicação dos Planos.

*Texto originalmente publicado no portal jacoby.pro.br

Compartilhe

Últimas Notícias

Processo Licitatório

05/12/2019
Por RHS Licitações
Licitação é o procedimento realizado pela Administração Pública que visa à contratação de um serviço ou à aquisição de um determinado bem, necessário à atividade desenvolvida pelo Poder Estatal, pela oferta mais vantajosa. O processo se desenvolve por meio de um encadeamento de atos em que se permite a qualquer interessado participar da disputa em condições de igualdade, assegurado o direito ao contraditório e ampla defesa. A Administração deve, assim, obedecer a Lei e cumprir as determinações do Edital, julgando de forma imparcial as propostas concorrentes. Leia Mais

Curso detalha etapas do pregão eletrônico sob a ótica do novo decreto

29/11/2019
Em dois dias de capacitação, o Instituto Protege recebeu mais de 30 pessoas na 2ª edição do curso Alterações no Decreto do Pregão Eletrônico – Como operar as contas públicas com o novo decreto? Especialistas orientaram os participantes sobre as mudanças feitas pelo governo federal com a publicação do decreto 10.024/19, que estabelece a utilização obrigatória do pregão eletrônico em âmbito federal. Leia Mais

Black Week para fechar o mês!

22/11/2019
Descontos de até 20% + livros. Promoção do Instituto Protege para cursos de capacitação em gestão pública para que você comece 2020 ainda melhor. Ministrados pelos melhores especialistas. Vagas limitadas! Acesse: www.capacitar.institutoprotege.com.br e garanta sua vaga! Leia Mais

Contato



(61) 3548.0040 (61) 99177-1769
contato@institutoprotege.com.br

SHIS QL 12, Conjunto 4, Casa 20 – Península dos Ministros – Lago Sul – Brasília / DF